Hacker solitário assume autoria de ciberataque ao Partido Democrata dos EUA

quinta-feira, 16 de junho de 2016 09:31 BRT
 

(Reuters) - Um "hacker solitário" afirmou ser o autor de uma invasão cibernética do Comitê Nacional Democrata dos Estados Unidos, que havia sido atribuído ao governo russo pelo próprio comitê e uma empresa de cibersegurança.

O comitê (DNC, na sigla em inglês) e a CrowdStrike revelaram o ciberataque de terça-feira dizendo que hackers que trabalham para a Rússia invadiram a rede de computadores do DNC, espionaram comunicações internas e roubaram pesquisas sobre o provável candidato presidencial republicano Donald Trump.

O porta-voz do governo russo respondeu dizendo que Moscou não teve nenhum envolvimento.

Na quarta-feira, um indivíduo com o apelido Guccifer 2.0 assumiu a responsabilidade pela invasão em uma publicação no site de blogs WordPress.com, dizendo que o DNC foi "invadido por um hacker solitário".

O DNC não respondeu a um pedido de comentário no final da noite de quarta-feira a respeito da afirmação de Guccifer 2.0. A CrowdStrike insiste que as evidências apontam que Moscou está por trás dos ataques.

O blog de Guccifer 2.0 inclui imagens de documentos que ele afirma terem sido roubados dos servidores do DNC. A Reuters não conseguir verificar a autenticidade dos documentos, que o blog disse estarem entre os "milhares de arquivos e correspondências" dos servidores e que serão publicados em breve no site WikiLeaks.

(Por Jim Finkle; reportagem adicional de Emily Stephenson)

 
Logo do Comitê Nacional Democrata dos Estados Unidos visto durante encontro em Washington.    31/05/2008    REUTERS/Jason Reed