Australiano "fundador da bitcoin" constrói império de patentes silenciosamente

segunda-feira, 20 de junho de 2016 19:48 BRT
 

SYDNEY/CINGAPURA (Reuters) - Craig Wright, o australiano que alega ser o inventor da bitcoin, está tentando construir um amplo portfólio de patentes ao redor da moeda digital e da tecnologia que a suporta, de acordo com seus sócios e documentos vistos pela Reuters.

Desde fevereiro, Wright apresentou mais de 50 inscrições na Grã-Bretanha através da EITC Holdings, empresa registrada em Antígua que uma fonte próxima à companhia confirmou estar conectada a Wright, mostraram registros do governo.

Entrevistas com fontes próximas à EITC Holdings, que tem como diretores dois sócios de Wright, confirmou que ainda estava trabalhando na apresentação de inscrições de patentes e o Escritório de Propriedade Intelectual da Grã-Bretanha publicou outras 11 inscrições de patentes apresentadas pela empresa na semana passada.

"Nada disso parou", disse uma pessoa próxima à empresa. A pessoa não quis ser identificada por que não estava autorizada a falar com a imprensa. Wright não respondeu a pedidos de comentários.

A concessão de até mesmo algumas dessas patentes seria significativa para o setor financeiro e outros que estão tentando explorar a tecnologia bitcoin, assim como dezenas de startups que estão correndo para construir seus modelos de negócios baseados nela.

Uma agenda de patentes, um de vários documentos relacionados às inscrições mostradas à Reuters por uma pessoa próxima à EITC Holdings, destaca planos de apresentação de cerca de 400 no total.

(Por Byron Kaye e Jeremy Wagstaff)