Fundação Julia Child processa Airbnb sobre divulgação de casa na França

quarta-feira, 22 de junho de 2016 18:24 BRT
 

(Reuters) - Uma fundação de caridade que representa o legado da renomada chef de televisão norte-americana Julia Child processou o Airbnb, dizendo que a empresa de aluguéis de curto prazo usou seu nome sem permissão para promover estadias na França na antiga casa de veraneio de Julia em Provence.

Em queixa nesta terça-feira ao Superior Tribunal da Califórnia, a organização sem fins lucrativos Fundação Julia Child para Gastronomia e Artes Culinárias contestou o anúncio do Airbnb de maio para pernoite gratuito no chalé La Pitchoune.

A fundação afirmou que o Aibnb fez isto após ter sido avisado para não usar o nome de Julia ou similares, consistente com sua política de não fazer aprovações públicas anterior à morte da chef em 2004, aos 91 anos.

O processo acusa o Airbnb de violar uma lei da Califórnia contra apropriação indevida de direitos de publicidade de uma pessoa. A ação busca compensações não especificadas, punição por danos e uma liminar para impedir o uso nome de Julia e afins.

O Airbnb disse nesta quarta-feira que não pode comentar litígios em andamento.

(Por Jonathan Stempel)

(Por Aluisio Alves)