Presidente da BlackBerry tem confiança em recuperar lucro da companhia

sexta-feira, 24 de junho de 2016 10:30 BRT
 

WATERLOO, Canadá (Reuters) - O presidente-executivo da BlackBerry, John Chen, expressou confiança de que poderá recuperar o lucro da área de celulares da companhia e impôs como prazo para conseguir isso em setembro, depois que a companhia teve resultado acima do esperado no último trimestre.

A BlackBerry atingiu equilíbrio financeiro antes de encargos e baixas contábeis no primeiro trimestre e estimou um prejuízo anual menor que o esperado pelo mercado.

A companhia canadense mudou seu foco de smartphones para software que empresas e governos usam para administrar seus dispositivos móveis. A receita ajustada desta área de negócios superou a obtida com a venda de celulares no trimestre.

Chen manifestou frustração com o foco do mercado nos aparelhos da BlackBerry, citando o crescimento nas receitas com software e redução de custos que melhoraram as margens da empresa.

A receita ajustada com software e licenciamento somou 166 milhões de dólares no primeiro trimestre fiscal encerrado em 31 de maio ante 152 milhões na área de aparelhos da empresa. A BlackBerry teve receita com software de 527 milhões de dólares no último ano fiscal e está mirando crescimento orgânico de 30 por cento.

A BlackBerry espera encerrar o ano fiscal com prejuízo ajustado de cerca de 0,15 dólar por ação ante a estimativa média de analistas de resultado negativo de 0,33 dólar.

A companhia teve lucro ajustado de 14 milhões de dólares sob receita também ajustada de 424 milhões de dólares. Analistas, em média, esperavam prejuízo por ação e receita de 470,9 milhões, segundo dados da Thomson Reuters.

A empresa teve prejuízo líquido de 670 milhões de dólares, ou 1,28 dólar por ação, algo que a BlackBerry atribuiu a uma baixa contábil de 501 milhões de dólares relacionada ao valor da área de celulares, além de outro encargos.