24 de Junho de 2016 / às 18:27 / um ano atrás

UE e EUA concordam com mudanças para fortalecer acordo sobre transferência de dados

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia e os Estados Unidos concordaram em fazer mudanças no pacto de transferência de dados que é essencial para negócios transatlânticos, incluindo regras mais rigorosas para empresas que retêm informações de cidadãos europeus e limites mais claros para a vigilância dos EUA.

A versão revisada do Privacy Shield, acordo firmado entre EUA e UE, foi enviado para revisão pelos estados-membros da UE. Eles devem votar no início de julho, disseram várias fontes da UE, em qual momento entrará em vigor.

As transferências internacionais de dados por empresas incluem folhas de pagamento e informações de recursos humanos, assim como dados lucrativos usados em propaganda dirigida na Internet, o que é importante para empresas de tecnologia.

Bruxelas e Washington correram para elaborar o pacto de dados após o Tribunal de Justiça da União Europeia ter derrubado o sistema anterior, chamado Safe Harbour, por preocupações sobre práticas de vigilância em massa dos EUA, ameaçando fluxos de dados que são cruciais para negócios de bilhões de dólares.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below