Amazon britânica diz que Brexit não abateu vendas até agora

quarta-feira, 6 de julho de 2016 13:54 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A varejista online Amazon não viu queda nas vendas em sua divisão britânica nos dias seguintes a votação no Reino Unido para deixar a União Europeia, afirmou nesta quarta-feira o executivo titular para a região.

"Nossas vendas estão em linha com as expectativas ... os negócios estão normais", disse o gerente para o Reino Unido, Doug Gurr, a repórteres. Ele se recusou a dizer quais eram essas expectativas.

Gurr afirmou que ainda é muito cedo para dizer qual será o impacto do voto de 23 de junho pela saída britânica da UE.

"Há um monte de detalhes a serem trabalhados ... Nós não sabemos exatamente como será o ambiente regulatório, não sabemos exatamente como serão os termos da nova separação", disse.

A Amazon também disse nesta quarta-feira que planeja criar mais de 1.000 postos de trabalho em todo o Reino Unido este ano.

As vagas são um acréscimo aos 2.500 postos de trabalho anunciados em janeiro e alcançam áreas do escritório central, dos centros de pesquisa e desenvolvimento, do centro de atendimento ao cliente, do estúdio de fotografia de moda e da Amazon Web Services.

(Reportagem de James Davey)