Ações da Nintendo recuam com problemas de australianos com Pokémon Go

quarta-feira, 13 de julho de 2016 12:19 BRT
 

SYDNEY/WELLINGTON (Reuters) - Números crescentes de jogadores de Pokémon Go na Austrália, um dos três países selecionados pela Nintendo para lançar o game, estão reclamando de dificuldades para se conectarem ao jogo, o que gerou preocupação de investidores de que a companhia não conseguirá lançar o título globalmente tão rápido quanto o esperado.

As ações da Nintendo chegaram a cair quase 6 por cento nesta quarta-feira, depois de um rali de três dias que foi impulsionado pelo bem-sucedido lançamento do jogo nos Estados Unidos.

O jogo só foi lançado por enquanto nos EUA, Austrália e Nova Zelândia, e a Nintendo afirmou que lançamentos em outros países incluindo o Japão, um dos maiores mercados mundiais de videogame, deveriam ocorrer em breve.

Porém, alguns jogadores na Austrália têm especulado que os servidores que hospedam o jogo estão sobrecarregados porque jogadores no Reino Unido, onde o game ainda não foi desenvolvido para o mercado doméstico, estão tentando se conectar.

"Quando os servidores de Pokémon Go têm problemas, eu também tenho", disse um usuário do site aussieoutages.com identificado como @_emilymcc.

Representantes da Nintendo e da desenvolvedora do jogo, a Niantic, não comentaram o assunto.

Os problemas identificados pelos australianos se somam a outros que a Nintendo está enfrentando com Pokémon Go.

Especialistas em segurança têm citado preocupações sobre a vulnerabilidade de dados dos usuários que acessam o jogo via uma conta do Google em um dispositivo da Apple.

Ao mesmo tempo, casos de roubos e ferimentos envolvendo jogadores de Pokémon Go também têm sido reportados.