Serviço de vídeo do Twitter demora para ganhar tração

quarta-feira, 27 de julho de 2016 17:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O vídeo pode ter acabado com os artistas de rádio, mas pode ser a salvação do Twitter. Só não espere uma virada próxima, disseram analistas.

Na terça-feira, o Twitter reportou seu crescimento mais lento na receita trimestral desde a oferta pública inicial (IPO) em 2013, uma vez que a sua base de usuários cresceu apenas 1 por cento no segundo trimestre.

As ações da companhia caíram quase 14 por cento nesta quarta-feira, fazendo desaparecer quase 1,7 bilhão de dólares de valor de mercado.

Esperava-se mais quando o co-fundador Jack Dorsey voltou à empresa há um ano, primeiro como presidente interino e depois permanente. Desde que assumiu o cargo interinamente em julho passado, o Twitter perdeu cerca de metade do valor de mercado.

O Twitter deixou claro que vê o vídeo como um caminho adiante. "Nós nos tornamos uma plataforma vídeo-centrica. O vídeo é agora o principal formato dos anúncios do Twitter em termos de receita," disse o presidente Adam Bain.

No entanto, o Twitter enfrenta uma dura batalha para ganhar quotas de mercado, à medida que luta contra o Youtube, há muito consolidado, a nova ferramenta Facebook Live e o Instagram, do Facebook e o aplicativo de mídia social Snapchat.

(Por Tenzin Pema; reportagem adicional de Sweta Singh)