Apple mostra progresso em diversidade da força de trabalho

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 16:40 BRT
 

Por Deborah M. Todd

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Apple divulgou nesta quarta-feira melhora na diversidade de gênero e étnica dentro da empresa em junho, permanecendo à frente das gigantes do Vale do Silício Google e Facebook na contratação de minorias.

A Apple também disse em seu relatório anual de diversidade e inclusão que reduziu diferenças de pagamento durante o último ano por meio da análise de salários, bônus e gratificações em ações anuais. Também abriu seu programa anual de concessão de ações para funcionários no varejo pela primeira vez.

Em junho, a força de trabalho total da Apple nos Estados Unidos era composta de 56 por cento de pessoas brancas (aumento de 2 por cento sobre um ano antes), 19 por cento de asiáticos (queda de 1 por cento), 12 por cento de hispânicos (alta de 1 por cento) e 9 por cento de negros (alta de 1 por cento).

A força de trabalho da Apple inclui funcionários do varejo que Google e Facebook não possuem. Nas lojas da Apple, negros e hispânicos, respectivamente, representavam 12 e 17 por cento dos funcionários no geral, e 5 e 10 por cento da liderança.

Na unidade Google, da Alphabet, negros e hispânicos representavram 2 e 3 por cento da força de trabalho total e 1 e 3 por cento de seus funcionários de tecnologia, pouca mudança sobre o ano passado.

No Facebook, negros e hispânicos correspondiam, respectivamente, a 2 e 4 por cento da força de trabalho e 1 e 3 por cento dos funcionários de tecnologia.

A força de trabalho global da Apple tinha 32 por cento de mulheres, aumento de 1 por cento sobre o fim de junho de 2015.

 
23/01/2015. REUTERS/Chance Chan/File Photo