Primeiro acidente de carro da Tesla em piloto automático aumenta debate sobre tecnologia

quarta-feira, 10 de agosto de 2016 11:25 BRT
 

Por Jake Spring

PEQUIM (Reuters) - A Tesla informou nesta quarta-feira que um de seus carros bateu em Pequim no modo "piloto automático", enquanto o motorista argumentou que a equipe de vendas vendeu a função como "sem motorista", superestimando sua verdadeira capacidade.

A Tesla disse que revisou dados para confirmar que o carro estava no modo piloto automático, sistema que assume o controle da condução e breque em certas condições.

A companhia, que está investigando a batida na capital chinesa ocorrida na semana passada, também disse que era responsabilidade do motorista manter controle do veículo. Nesse caso, afirmou, as mãos do motorista não foram detectadas no volante.

A batida, primeiro incidente do tipo conhecido na China, ocorre meses após um acidente fatal na Flórida, que trouxe pressão sobre executivos da indústria automobilística e reguladores para endurecer regras sobre a tecnologia de direção automatizada.

Um programador de uma empresa de tecnologia, de 33 anos, Luo Zhen, estava dirigindo para o trabalho e ligou a função piloto automático, como faz frequentemente em estradas de Pequim, disse à Reuters em sua primeira entrevista à mídia internacional.

Luo, que filmou o incidente com uma câmera de painel, disse que seu carro bateu em um veículo estacionado parcialmente fora da estrada. O acidente danificou o espelho lateral do veículo estacionado e arranhou os dois carros, mas não deixou feridos.