Bancos e empresas de tecnologia usam blockchain no comércio exterior

quarta-feira, 10 de agosto de 2016 14:56 BRT
 

LONDRES/HONG KONG (Reuters) - A empresa de tecnologia financeira R3, do HSBC e do Bank of America Merrill Lynch, disse nesta quarta-feira que criou formas de usar a tecnologia blockchain para simplificar o financiamento do comércio exterior.

Os dois bancos disseram que se juntaram à Autoridade de Desenvolvimento Infocomm, de Cingapura, para emular uma carta de crédito, uma das formas mais usadas para reduzir risco entre importadores e exportadores, ajudando a garantir mais de 2 trilhões de dólares em transações, mas o processo é muito demorado.

O blockchain, que está na base da moeda digital bitcoin, cria um banco de dados compartilhado no qual os participantes podem rastrear todas as transações.

Ao colocar a operação em um livro de contabilidade distribuído, o importador e o seu banco, juntamente com o exportador e seu próprio banco, podem ver os dados em tempo real.

Empresas de serviços financeiros em todo o mundo têm apostado no desenvolvimento de tecnologia blockchain, com defensores dizendo que tem o potencial para poupar bilhões de dólares em custos e acelerar o tempo das transações.

As discussões estão em curso com outros bancos, clientes corporativos e companhias de navegação para desenvolver ainda mais a tecnologia, que está em seus estágios iniciais, disse Vivek Ramachandran, diretor global de produto para negócio de financiamento comercial do HSBC.

Empresas de serviços financeiros em todo o mundo têm apostado no desenvolvimento de tecnologia blockchain, com defensores dizendo que tem o potencial para salvar milhares de milhões de dólares em custos e acelerar os tempos de transação.

(Reportagem de Elzio Barreto)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP RBS