Uber entra na Justiça contra novas regras em Londres

quarta-feira, 17 de agosto de 2016 14:24 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Uber entrou na Justiça contra novas regras em Londres, tais como testes de escrita em inglês para seus motoristas, na mais recente batalha entre os reguladores e o aplicativo de serviço de transporte urbano que tem enfrentado proibições e protestos em todo o mundo.

Após meses de manifestações de motoristas dos famosos táxis pretos da capital, o órgão público do setor de transporte da capital inglesa Transport for London (TfL) lançou uma consulta no ano passado sobre uma série de propostas para restringir a forma como empresas de aluguel privado operam.

Em janeiro, o TfL decidiu contra a imposição de tempo de espera de cinco minutos para corridas em serviços como Uber, que permite aos clientes reservar e pagar por um táxi em seus smartphones, mas informou que iria trazer medidas, incluindo testes obrigatórios de língua.

Nos últimos meses, o regulador deu mais detalhes, incluindo que os motoristas devem ter habilidades de inglês para leitura e escrita, que as empresas privadas de aluguel devem operar um call center em Londres e que os condutores devem ter seguro de veículos, mesmo quando não estão sendo usados ​​como carros de aluguel privado.

"As regras do jogo mudaram no último minuto e novas regras estão agora sendo introduzidas que serão ruins para ambos os motoristas e empresas de tecnologia, como Uber", disse o gerente geral do Uber em Londres, Tom Elvidge.

(Reportagem de Costas Pitas)