Quase um terço de empresas iniciantes de tecnologia dos EUA de sucesso verão seus preços caírem, diz pesquisa

quarta-feira, 17 de agosto de 2016 15:40 BRT
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Quase um terço das empresas particulares de tecnologia nos Estados Unidos que atingiram status de unicórnios eventualmente valerão menos que 1 bilhão de dólares, afirma uma pesquisa publicada nesta semana.

O relatório da SharesPost, uma plataforma de investimentos em empresas que ainda não listaram ações no mercado, fornece uma análise guiada por dados do mercado de unicórnios - mostrando como foram criados e quantos irão sobreviver. As empresas chamadas de unicórnios são companhias avaliadas em 1 bilhão de dólares ou mais.

O relatório também destaca o boom do mercado de capital para investimentos de risco, que financiou a proliferação de unicórnios nos últimos anos, assim como a probabilidade de que muitas dessas empresas receberam precificações que não mereciam por parte de investidores superprotetores.

Existem cerca de 170 unicórnios globalmente com um valor combinado de mais de 600 bilhões de dólares. Em 2013, quando o termo "unicórnio" entrou para o vocabulário do Vale do Silício, havia 39 empresas, com um valor combinado de 100 bilhões de dólares.

"Nem todas essas companhias continuarão a crescer", disse o fundador e presidente-executivo da SharesPost, Greg Brogger.

Aproximadamente 30 por cento dos cerca de 90 unicórnios de tecnologia com sede nos EUA terão ações listadas no mercado ou adquiridas por valor mais baixo, de acordo com o relatório.

A pesquisa da SharesPost afirma que entre 1995 e 2010 quase 1 a 2 por cento dos investimentos de risco conseguiram 1 bilhão de dólares via oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) ou aquisição. Assumindo-se que os investidores mantenham uma média de acertos de cerca de 1,5 por cento, disse o diretor administrativo da SharesPost, Rohit Kulkarni, quase 30 dos unicórnios com sede nos EUA devem encontrar uma saída que os avalie como valendo menos que 1 bilhão de dólares.

Apesar da taxa de sucesso dos investimentos ser basicamente a mesma ante 20 anos atrás, os investidores de risco estão conseguindo fazer mais dinheiro porque aumentaram dramaticamente o ritmo dos investimentos.

"O tamanho do sucesso é muito maior do que costumava ser, mesmo se a média (de sucesso) continua a mesma", disse Brogger.

(Por Heather Somerville)