Lenovo tem salto no lucro trimestral apoiado por venda de imóvel

quinta-feira, 18 de agosto de 2016 08:20 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - A Lenovo, maior fabricante de computadores pessoais do mundo, afirmou que o lucro do primeiro trimestre fiscal saltou quase dois terços, ajudado por venda de ativos. Mas o resulto trouxe novo prejuízo na divisão de celulares.

A Lenovo afirmou nesta quinta-feira que o lucro líquido subiu 64 por cento, para 173 milhões de dólares no trimestre encerrado em junho sobre um ano antes, quando o lucro havia sido atingido por custos de reestruturação. Um ganho de 132 milhões de dólares gerado com a venda de um imóvel em Pequim impulsionou o resultado do primeiro trimestre fiscal acima da expectativa média de analistas, de 130,1 milhões de dólares.

Mas a companhia, que comprou a divisão de celulares da Motorola em 2014 por 3 bilhões de dólares para reduzir sua exposição ao mercado de PCs, afirmou que as vendas de dispositivos móveis despencou 31 por cento no trimestre. A Lenovo afirmou ainda que a divisão móvel, que abriga os aparelhos da Motorola e outras operações, não vai ter lucro antes do semestre fiscal que começa em outubro de 2017.

"Nós podemos recuperar completamente os negócios", afirmou o presidente-executivo da Lenovo, Yang Yuanqing. A Lenovo está mirando no segmento de smartphones premium, mais lucrativo, disse o executivo, enquanto está ampliando investimento em marketing.

A Lenovo havia informado anteriormente que esperava uma recuperação dos negócios da Motorola até este trimestre. Mas nesta quinta-feira Yang afirmou que a Motorola "fez muito progresso", mas evitou dar números.