Massachusetts cobrará imposto de aplicativos de transporte para subsidiar taxistas

sexta-feira, 19 de agosto de 2016 17:20 BRT
 

(Reuters) - O Estado de Massachusetts está se preparando para cobrar 5 centavos em cada viagem de aplicativos de transportes urbanos como Uber e Lyft e investir o dinheiro em táxis tradicionais, o que pode ser o primeiro subsídio do tipo nos EUA.

O governador republicano Charlie Baker assinou a cobrança, que se tornará lei neste mês, como parte de um pacote abrangente de regulamentações para o setor.

Os serviços de transporte não estão gostando da iniciativa.

"Não acho que devíamos subsidiar potenciais competidores", disse Kirill Evdakov, presidente-executivo da Fasten, serviço lançado em Boston em 2015, que também opera em Austin, no Texas.

Alguns donos de táxis querem que a lei vá além, inclusive proibindo rivais que não cumprirem com requerimentos exigidos aos táxis, como inspeção regular dos veículos pela polícia.

A lei cobra uma taxa de 0,20 dólar em tudo, com 0,05 dólar direcionados aos taxistas, 0,10 dólar para os municípios e os últimos 0,05 irão para um fundo de transportes do Estado.

A taxa pode arrecadar milhões de dólares por ano, porque apenas o Lyft e o Uber somam 2,5 milhões de corridas por mês em Massachusetts.

(Por David Ingram)