Facebook muda ferramenta "Trending" para evitar ser vista como tendenciosa

sexta-feira, 26 de agosto de 2016 19:10 BRT
 

(Reuters) - O Facebook fez mudanças em sua conhecida ferramenta "Trending", que mostra aos usuários os assuntos mais comentados do dia, para automatizá-la mais e reduzir o potencial de se considerada tendenciosa, disse a companhia nesta sexta-feira.

A atualização é a mais nova tentativa do Facebook nos últimos meses para reafirmar sua neutralidade à medida que sua influência cresce.

A ferramenta "Trending" ficou sob escrutínio em maio após uma reportagem alegar que ela suprimia notícias conservadoras, o que levou a uma reinvindicação de membros republicanos do Congresso dos EUA por mais transparência. O Facebook disse que uma investigação interna não encontrou nenhuma evidência de uma possível inclinação.

O recurso mostra a usuários histórias e assuntos mais comentados no canto superior direito da homepage, usando descrições de uma frase. Para eliminar possíveis tendências, o Facebook disse que não mais dependeria de editores para escrever descrições para os tópicos. Em vez disso, mostraria aos usuários o tópico e quantas pessoas estão falando sobre ele.

O Facebook reiterou que é uma plataforma neutra, mas sua influência política tem estado sob escrutínio, especialmente à medida que sua base de usuários cresce. A rede social tem 1,7 bilhão de pessoas, e estudos mostraram que ele tem o poder de influenciar o comportamento humano, com temas como doação de órgãos até sobre voto nas eleições.

Logo após o surgimento da reportagem de maio, o Facebook escreveu um longo post em seu blog explicando como funciona a ferramenta, pela primeira vez. Menos de duas semanas depois, a companhia disse que havia mudado alguns procedimentos e detalhou estas mudanças em um esforço para ser mais transparente.

(Por Yasmeen Abutaleb)