Apple prepara lançamento do iPhone 7, mas muitos já esperam versão 8

quarta-feira, 7 de setembro de 2016 11:59 BRT
 

Por Julia Love

SAN FRANCISCO (Reuters) - O iPhone 7 da Apple deve ser anunciado globalmente nesta quarta-feira, mas muitos consumidores e investidores já estão de olho na versão de 2017 do popular dispositivo, na esperança de ver avanços mais significativos.

Em sua feira anual de lançamento de produtos em San Francisco, nos Estados Unidos, na quarta-feira, a expectativa de blogs e analistas é que a empresa de capital aberto mais valiosa do mundo revele um iPhone sem entrada para fones de ouvido – abrindo caminho para os fones sem fio –, um botão de início sensível ao toque que vibra, câmeras de lente duplas na edição 'Plus', que tem dimensões maiores, e outras melhorias adicionais.

Normalmente a Apple faz uma grande reformulação de seu produto principal, que responde por mais da metade de seu faturamento, em anos alternados, e a última grande alteração de projeto foi feita no iPhone 6 em 2014. As atualizações modestas dão a entender que esse ciclo será de três anos.

"Parece que parte da razão de eles estarem mantendo o design igual neste ano é que existem chances maiores de estarem trabalhando para o ano que vem", opinou o analista Jan Dawson, da empresa Jackdaw Research.

As vendas do iPhone caíram durante dois trimestres seguidos neste ano, os primeiros declínios da história do produto. Como muitos consumidores que compraram o iPhone 6 e 6 Plus contando com uma atualização, a Apple pode esperar lucros de um dígito com as vendas do 7, disse Dawson.

Mas alguns sites de tecnologia estão alertando os usuários que queiram se atualizar a esperarem a versão do ano que vem, que irá marcar o aniversário de 10 anos do iPhone.

Analistas dizem que o iPhone 8 pode ter um display maior que vai de uma borda do aparelho à outra e um botão de início integrado à tela.

Wall Street espera impacientemente por um crescimento, e a Apple será muito pressionada para reverter a tendência de queda de 2016, disse Colin Gillis, analista da BGC Partners.   Continuação...