Premiê da Noruega acusa Facebook de censura por apagar foto célebre da Guerra do Vietnã

sexta-feira, 9 de setembro de 2016 16:36 BRT
 

Por Terje Solsvik

OSLO (Reuters) - A primeira-ministra da Noruega acusou o Facebook de censura nesta sexta-feira após o site apagar de suas páginas, inclusive a da premiê, uma foto icônica da Guerra do Vietnã que mostra uma menina nua fugindo de um ataque de napalm.

Em um verdadeiro embate entre a líder e a gigante de redes sociais sobre como patrulhar a internet, Erna Solberg disse que o Facebook está editando a história ao apagar imagens da foto de 1972, que mostra crianças em fuga de um vilarejo bombardeado.

    O site apagou a foto quando Solberg e outros ministros de seu gabinete de direita a publicaram em suas páginas de Facebook, citando suas diretrizes contra a nudez infantil.

    Soldberg havia postado a imagem nesta sexta-feira em protesto depois de o Facebook já ter apagado a foto de sites de autores noruegueses e do jornal Aftenposten.

    Solberg disse que a proibição do Facebook coloca limites inaceitáveis à liberdade de expressão. "Eles precisam ver a diferença entre editar pornografia infantil e editar nossa história", afirmou ela à Reuters. "É perfeitamente possível para uma empresa como o Facebook fazer essa diferenciação. Senão corremos o risco de ter mais censura".