Facebook diz que aprenderá com erro em caso envolvendo foto de Guerra do Vietnã

segunda-feira, 12 de setembro de 2016 15:54 BRT
 

OSLO (Reuters) - O Facebook aprenderá com o erro que cometeu ao apagar a histórica foto da Guerra do Vietnã mostrando uma menina nua fugindo após um ataque com napalm, disse a diretora de operações da rede social.

A fotografia foi removida de vários perfis na sexta-feira, incluindo o da primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, sob alegação de que teria violado as restrições de nudez do Facebook. A imagem foi reintegrada após Solberg acusar o Facebook de censura e de editar a história.

"Estas são decisões difíceis e nós nem sempre acertamos", disse Sheryl Sandberg em uma carta à primeira-ministra, obtida pela Reuters na segunda-feira por meio das leis de liberdade da informação da Noruega.

"Mesmo com padrões claros, a triagem de milhões de publicações em uma base caso a caso toda a semana é desafiadora", escreveu Sandberg. "Não obstante, nós pretendemos melhorar. Estamos comprometidos a ouvir nossa comunidade e evoluir. Agradecemos a vocês por nos ajudarem a fazer a coisa certa", escreveu ela. A executiva disse que a carta era um sinal "do quão a sério nós levamos esse assunto e como estamos lidando com ele".

Solberg saudou a decisão do Facebook de rever a postura que apagou a foto. "Isto mostra que é útil usar sua voz para dizer 'nós queremos uma mudança'. Estou muito satisfeita com isso", disse ela à emissora pública NRK na sexta-feira.

(Por Joachim Dagenborg)