UE apresenta na 4ª-feira planos que beneficiam operadoras de telecomunicações e editoras

terça-feira, 13 de setembro de 2016 19:15 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia revelará planos na quarta-feira que poderão impulsionar as receitas de operadoras de telecomunicações, como a Deutsche Telekom e Orange, e dar às editoras mais poder para exigir pagamentos do Google por trechos de notícias.

As propostas são parte dos esforços da Comissão para reformar as indústrias de telecomunicações e de direitos autorais do bloco e ajudar os 28 países da União Europeia a acompanhar a Ásia e os Estados Unidos.

Mas as reformas, que serão anunciadas pelo vice-presidente da Comissão, Andrus Ansip, devem enfrentar oposição feroz de parlamentares europeus e dos países do bloco, que precisam aprová-las antes que se tornem leis.

Uma das principais propostas permite que os operadores antigos de telecomunicações colaborem sem obedecer as regras de competição da UE, contanto que prometam investir em atualização de sua rede de infraestrutura, de acordo com um projeto visto pela Reuters.

Outra proposta forçaria os governos da UE a garantir licenças de espectros de telecomunicações por pelo menos 25 anos, fornecendo um ambiente estável para que as operadoras possam implantar banda larga móvel de alta velocidade, que tem um custo elevado.

A proposta de direitos autorais da Comissão também dará às editoras mais poder de barganha em relação ao Google, quando demandarem pagamento pela exibição de trechos de suas notícias.

(Por Foo Yun Chee e Julia Fioretti)