Canais de Amsterdã são escolhidos para testar frota de barcos autodirigíveis

segunda-feira, 19 de setembro de 2016 18:55 BRT
 

Por Toby Sterling

AMSTERDÃ (Reuters) - Barcos autodirigíveis e conjuntos de plataformas robóticas um dia irão transportar bens e pessoas pelos canais centenários de Amsterdã - se der frutos um projeto parcialmente financiado pelo Massachusetts Institute of Technology.

Pesquisadores disseram nesta segunda-feira que esperam lançar os primeiros protótipos das embarcações autônomas, que nomearam de "robotes", na cidade holandesa em 2017.

"Imagine uma frota de barcos autônomos", disse o professor Carlo Ratti, do MIT, que doou 20 milhões de euros para o projeto. "Mas eu também penso em uma infraestrutura dinâmica e temporária de flutuações, como pontes e plataformas sob demanda que podem ser montadas em ... horas".

Com diferentes protótipos a serem testados, o design básico sob consideração parece um "pallet" quadrado e achatado, com lados de um pouco menos de dois metros.

Dezenas podem ser montadas para formar um novo espaço temporário ou uma passagem pela água para aliviar o congestionamento.

O professor Arjan van Timmeren, diretor científico do instituto que está liderando o projeto, disse que a ideia visa um retorno tecnológico ao século 17, era de ouro de Amsterdã, quando seus canais eram as principais passagens públicas para transportar bens. Atualmente, a maior parte dos barcos da cidade são para fins recreativos.

(Por Toby Sterling)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS NS RBS