Google obtém mais tempo para responder à acusação da UE sobre Android

terça-feira, 20 de setembro de 2016 16:42 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O Google, da Alphabet, ganhou mais três semanas para responder a acusações antitruste de que teria abusado da dominância de seu sistema operacional Android para aparelhos móveis para estrangular os rivais, disse a Comissão Europeia nesta terça-feira.

A gigante de tecnologia norte-americana deveria apresentar uma resposta nesta terça-feira, mas disse precisou de mais tempo e que responderá em 7 de outubro, a terceira extensão do prazo, disse um porta-voz da Comissão,

A Comissão acusou o Google em abril por prejudicar consumidores, ao exigir que as fabricantes de celulares instalam previamente o Google Search e o navegador Google Chrome em seus smartphones para garantir acesso a outros aplicativos do Google.

"Nós confirmamos que o novo prazo estabelecido pela Comissão é 7 de outubro", disse o porta-voz da Comissão. "O Google pediu mais tempo para revisar os documentos dos arquivos do caso".

O maior mecanismo de buscas da internet também pediu e obteve uma extensão para responder em 13 de outubro a uma acusação de favorecimento de seu serviço Google Shopping em relação a serviços rivais nos resultados de buscas na internet.

O Google, que pode ser multado em até 7,4 bilhões de dólares, ou 10 por cento de seu faturamento global, por cada acusação e ser forçado a alterar suas práticas empresariais se for considerado culpado por infringir regras da UE, negou previamente qualquer delito.

(Por Foo Yun Chee)