Netflix não fez progressos para entrar na China, diz CEO

terça-feira, 20 de setembro de 2016 17:57 BRT
 

(Reuters) - O Netflix não progrediu no plano de entrar no promissor mercado chinês, porque precisa obter uma licença do governo, disse o presidente-executivo Reed Hastings nesta terça-feira.

O serviço de transmissão de vídeos está buscando aumentar a base de assinantes para combater o crescimento lento em seu mercado doméstico, os Estados Unidos.

O produtor de séries de TV populares como Narcos e House of Cards recentemente entrou em países como Turquia e Polônia, mas segue ausente no país mais populoso do mundo.

Provedores de conteúdo na China enfrentam regulamentações rigorosas e desafios de censura.

Perguntado se o Netflix fez progressos para entrar na China, Hastings disse a repórteres: "Não. Continuamos a trabalhar nisso. O mesmo (problema) que sempre tivemos - permissões do governo, precisamos obter uma licença específica na China".

Hastings disse que não poderia estabelecer um prazo específico para entrar no mercado chinês.

(Por Marcin Goclowski)