Microsoft aprofunda foco em inteligência artificial com novo grupo de pesquisa

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 15:30 BRT
 

(Reuters) - A Microsoft disse nesta quinta-feira que criou uma nova unidade de inteligência artificial, com a empresa de esforçando para se aprofundar neste crescente ramo.

O Vale do Silício está mergulhando na Inteligência Artificial e pesquisas de aprendizado de máquinas, um setor que deve crescer para 70 bilhões de dólares até 2020, ante apenas 8,2 bilhões de dólares em 2013, de acordo com um relatório do Bank of America que citou a consultoria IDC.

Nesta quarta-feira, a Microsoft se uniu com quatro outras grandes empresas de tecnologia - Amazon.com, Google, da Alphabet, Facebook e IBM - para criar uma organização sem fins lucrativos para avançar no entendimento público sobre tecnologias de inteligência artificial.

A nova unidade - Microsoft AI and Research Group - será chefiada por Harry Shum, um veterano da empresa que atuou em posições seniores nas divisões de engenharia da Microsoft Research e Bing.

"A Microsoft tem trabalhado com inteligência artificial desde o início da Microsoft Research e ainda assim nós apenas começamos a arranhar a superfície do que é possível", disse Shum em comunicado.

(Por Nayyar Rasheed)