Uber enfrenta pressão em Dubai após órgão regulador assinar acordo com rival

terça-feira, 4 de outubro de 2016 18:46 BRT
 

DUBAI/ABU DHABI (Reuters) - O serviço de transportes urbanos Uber está sob pressão em Dubai, um dos maiores mercados do Oriente Médio, após o órgão regulador de transportes do emirado assinar um acordo com o rival local Careem e alertar outras empresas do tipo de que elas devem fazer o mesmo.

Sob o acordo entre a Careem e a Autoridade de Estradas e Transportes de Dubai (RTA, na sigla em inglês), anunciado nesta terça-feira, os clientes da Careem poderão reservar todos os 9.841 táxis e 4.700 limousines operando no emirado por meio do aplicativo da empresa.

Atualmente, os usuários do Careem em Dubai, cidade com cerca de 2,5 milhões de habitantes, podem escolher apenas alguns milhares de limousines que a empresa oferece em seu aplicativo.

"Qualquer serviço de transporte por aplicativo que quer continuar trabalhando conosco em Dubai deve assinar um acordo. Por quê? Para ter controle da tarifa e da segurança", disse o diretor-geral da RTA, Mattar al-Tayer, à Reuters.

Ele disse que outros serviços de transportes urbanos teriam que assinar até março acordos semelhantes com o regulador para continuarem operando.

O acordo é mais um desafio para o Uber nos Emirados Árabes Unidos. Seus serviços no emirado de Abu Dhabi, que faz fronteira com Dubai, foram suspensos desde agosto em uma aparente disputa com autoridades locais. O Careem também suspendeu seus serviços em Abu Dabhi no fim de agosto, mas os retomou alguns dias depois.

(Por Tom Arnold e Stanley Carvalho)