Celular Note 7 que já passou por recall emite fumaça em avião nos EUA, diz família

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 19:37 BRT
 

LOUISVILLE (Reuters) - Um modelo já substituído do telefone celular Note 7, da Samsung, começou a soltar fumaça dentro de um avião nos Estados Unidos nesta quarta-feira, disse a família proprietária do aparelho, levando a novas investigações da Comissão de Segurança de Produtos e Administração de Aviação Federal dos EUA.

Um problema com a substituição do Note 7 criaria um novo, embaraçoso e potencialmente caro capítulo para o escândalo global que afetou a reputação da Samsung. Ele também poderia trazer novos perigos aos clientes.

O celular do passageiro de Indiana Brian Green começou a emitir fumaça dentro de um voo da Southwest Airlines para Baltimore de Louisville, no Kentucky, disse à Reuters sua esposa, Sarah, após ter falado com o marido. Ela disse que Green havia substituído o celular original cerca de duas semanas atrás, após ter recebido uma mensagem de texto da Samsung.

A Samsung Electronics disse em comunicado que estava trabalhando para recuperar o aparelho e entender a causa. "Até que possamos recuperar o aparelho, não podemos confirmar que este incidente envolve o novo Note 7", disse a empresa sul-coreana.

A Samsung, maior fabricante de smartphones do mundo, anunciou um recall global de pelo menos 2,5 milhões de seu celular principal, o Note 7, em 10 mercados no mês passado, devido à baterias defeituosas que faziam com que os aparelhos pegassem fogo.

A Southwest Airlines disse que o avião foi esvaziado após um cliente relatar fumaça de um dispositivo da Samsung.

(Por Narottam Medhora)