Samsung interrompe produção de Note 7 por novas notícias de fogo em aparelho, diz fonte

segunda-feira, 10 de outubro de 2016 11:50 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Samsung suspendeu a produção do celular Galaxy Note 7 afirmou uma fonte nesta segunda-feira. A interrupção ocorreu depois de novos relatos de fogo em aparelhos que substituíram modelos que foram alvo de um recall pela empresa.

As principais operadoras de telefonia dos Estados Unidos e Austrália também suspenderam as vendas ou trocas do Note 7 e grandes companhias aéreas reiteraram proibição do aparelho depois que fumaça em um modelo de substituição forçou o esvaziamento de um avião de passageiros nos EUA na semana passada.

"Se a produção do Note 7 continuasse, isso levaria ao maior ato de auto-destruição de marca da história da tecnologia moderna", disse Eric Schiffer, especialista de marcas e presidente da Reputation Management Consultants.

"A Samsung precisa assumir uma baixa contábil gigante e enviar o Note 7 para o hall da vergonha da engenharia do lado do Ford Pinto", acrescentou se referindo ao modelo compacto da montadora norte-americana da década de 1970.

Em comunicado ao mercado, a Samsung afirmou que está ajustando os embarques do Note 7 para permitir inspeções e maior controle de qualidade uma vez que alguns aparelhos pegaram fogo.

A empresa não comentou sobre a interrupção da produção ou a causa do fogo no modelo.

Em 2 de setembro, a Samsung anunciou um recall global de 2,5 milhões de Notes 7 porque baterias defeituosas do modelo fizeram algumas unidades pegarem fogo.

A empresa encomendou novas baterias de outro fornecedor e começou a enviar aparelhos substitutos duas semanas depois do recall. Mas problemas similares surgiram em um dos aparelhos trocados em 5 de outubro, que começou a soltar fumaça dentro de um voo da Southwest Airline, nos EUA.

"Acho que a coisa mais certa a fazer é desistir do Note 7", disse Park Jung-hoon, da HDC Asset Management, cujo fundo detém ações da Samsung. "O que assusta é que isso está fazendo as pessoas a questionarem repetidamente as capacidades fundamentais da Samsung, então é importante para a empresa superar este assunto rapidamente."