UE não está investigando acordos tributários do Google na Europa, diz autoridade

segunda-feira, 10 de outubro de 2016 15:36 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Reguladores da União Europeia que estão investigando se o Google está abusando de seu poder de mercado não estenderam a avaliação para acordos tributários da empresa com autoridades nacionais do bloco de países, disse a chefe da agência de defesa da concorrência da UE, nesta segunda-feira.

Margrethe Vestager, que nos últimos meses mandou a Apple pagar até 13 bilhões de euros em impostos atrasados à Irlanda e a Starbucks a pagar até 30 milhões de euros ao governo da Holanda, disse que o Google está fora do radar por enquanto.

"Por enquanto, não, não temos nada formal sobre isso", disse Vestager a jornalistas.

Ela disse que não recebeu nenhuma queixa formal do Partido Nacional Escocês que, em janeiro, enviou uma carta à Comissão Europeia a respeito do acordo tributário do Google com o Reino Unido no valor de 130 milhões de libras. O valor do acordo foi considerado por alguns políticos britânicos como uma quanta insignificante.

Vestager também disse que não tinha informações sobre quando divulgará uma decisão sobre os casos antitruste contra o Google, mas que o assunto é uma grande prioridade para ela.