Prefeitura de SP muda cobrança de outorga para aplicativos de transporte

segunda-feira, 10 de outubro de 2016 16:49 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A prefeitura de São Paulo passará a adotar o sistema de outorga progressiva para a cobrança dos aplicativos de transporte urbano, com o objetivo de evitar monopólio e concorrência desleal, disse nesta segunda-feira o prefeito Fernando Haddad (PT).

Atualmente, empresas como Uber, Cabify, Willgo e 99 operam em São Paulo adquirindo créditos junto à prefeitura no valor de 0,10 real por quilômetro rodado. Com a nova medida, caso as empresas ultrapassem 7.500 quilômetros rodados por hora, haverá aumento progressivo no valor da outorga, que poderá chegar a 300 por cento.

A medida passará a valer na terça-feira, disse Haddad.

(Por Natalia Scalzaretto)