Google obtém mais prazo para responder acusações de violação de regras de concorrência na UE

quinta-feira, 13 de outubro de 2016 15:17 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O Google recebeu mais três semanas de prazo para contestar as acusações de violação de leis de defesa da concorrência da União Europeia, uma decisão que pode atrasar ainda mais um posicionamento final dos reguladores sobre o caso iniciado há seis anos.

A gigante norte-americana de tecnologia deveria responder às acusações de que deixa em segundo plano serviços de shopping de rivais em pesquisa realizadas por usuários, nesta quinta-feira, mas solicitou mais tempo para preparar defesa. A empresa agora tem até 7 de novembro, disse o porta-voz da Comissão Europeia.

"O Google pediu tempo adicional para revisar os documentos dos arquivos do caso. Em linha com práticas normais, a comissão analisou as razões para o pedido e concedeu a extensão, permitindo que o Google exerça plenamente seus direitos de defesa", disse ele.

O Google tem até 26 de outubro para responder à outra acusação de bloqueio de competidores em anúncios de buscas online e 31 de outubro para uma terceira acusação que afirma que o sistema operacional Android sufoca rivais.

O Google enfrenta um potencial de multas de até 7,4 bilhões de dólares, ou 10 por cento de sua receita global, para cada caso, se for considerado culpado por infringir as regras da UE.

(Por Foo Yun Chee)