Gartner vê alta de 11% em gasto em business intelligence em 2008

terça-feira, 1 de abril de 2008 11:06 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - Os investimentos em programas de inteligência empresarial (business intelligence, ou BI), que são projetados para ajudar executivos a tomarem decisões, devem aumentar 11 por cento em 2008 para 5,8 bilhões de dólares, apesar do desaquecimento na economia dos Estados Unidos, afirmou a empresa de pesquisa Gartner.

"Analistas do Gartner estimam que a receita com plataforma BI seja menos afetada pela desaceleração econômica do que outras tecnologias por conta da alta prioridade que as plataformas BI possuem junto aos executivos de tecnologia da informação", explicou a Gartner nesta terça-feira.

A empresa de pesquisa afirmou que softwares de BI ultrapassaram todas as outras tecnologias numa pesquisa conduzida com 1,5 mil executivos de tecnologia da informação.

O mercado para programas de BI, que engloba visões de operações empresariais através de dados estatísticos e análises, consolidou-se em 2007 com a maioria das empresas especializadas sendo compradas pelas gigantes de software e serviços.

A Oracle comprou a Hyperion por 3,3 bilhões de dólares, a SAP comprou a Business Objects por 4,8 bilhões de euros (7,5 bilhões de dólares) e a IBM comprou a Cognos por 5 bilhões de dólares, enquanto a Microsoft aprimorou suas próprias capacidades.

O Gartner espera que o crescimento das vendas de programas BI na Europa, Oriente Médio, África e região da Ásia Pacífico seja maior que o aumento na América do Norte este ano, assim como no ano passado.

Por volta de 2012, o mercado global de BI deve valer 7,7 bilhões de dólares, apontou o Gartner.