CORREÇÃO-Empresa indiana avalia compra de divisão da Motorola

terça-feira, 1 de abril de 2008 15:36 BRT
 

(Corrige no 4o parágrafo para Motorola, no lugar de Microsoft)

MUMBAI (Reuters) - A fabricante de eletrônicos de consumo Videocon Industries, da Índia, fará uma proposta pela divisão de aparelhos celulares da Motorola, caso a companhia norte-americana decida vender o negócio, segundo informações fornecidas pelo presidente do conselho da Videocon nesta terça-feira.

"Soubemos por uma fonte confiável que eles pretendem vender a divisão e, quando o fizerem, iremos expressar nosso interesse", disse Venugopal Dhoot à Reuters.

A Motorola informou na semana passada que planeja dividir a companhia em duas entidades públicas em 2009, separando a área de aparelhos celulares das demais linhas de negócios, como decodificadores para TV e equipamentos de rede.

Analistas acreditam que a decisão de separar a divisão vai ajudar a Motorola a encontrar um parceiro ou sócio para o negócio de celulares, hoje deficitário na companhia.

"Esse será um importante negócio para nós porque temos licenças de telefonia móvel para 22 regiões na Índia. Além disso, temos nossa própria rede de varejo com algo como 1 mil lojas", afirmou Dhoot.

Ele afirmou que a Videocon está bem posicionada para fazer uma oferta, que poderá ser financiada com recursos da geração de caixa ou com a contratação de dívida.

A Índia é hoje o mercado de mais rápido crescimento em usuários de telefonia celular, com a adiçao de mais de oito milhões de usuários por mês.

O país acumulava perto de 251 milhões de assinantes de telefonia móvel no final de fevereiro e deve superar os Estados Unidos como segundo maior mercado de celular, depois da China, em meados de abril, segundo a estimativa de analistas.

(Por Jasudha Kirpalani)