October 23, 2007 / 1:27 AM / 10 years ago

Adobe acerta compra de produtora de editor de texto Buzzword

4 Min, DE LEITURA

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Adobe Systems planeja adquirir a Virtual Ubiquity, produtora do inovador processador de texto Buzzword, em uma decisão surpreendente que promove amplia a concorrência da empresa com a Microsoft e o Google .

A Adobe, grande produtora de software de editoração para empresas e de programas de design, quer uma forma de se unir aos antigos responsáveis pelo desenvolvimento dos aplicativos Lotus para permitir que centenas de milhões de usuários de seu Adobe Acrobat trabalhem juntos, por meio de documentos compartilhados.

Os termos do acordo da Adobe com a Virtual Ubiquity não foram revelados.

O Buzzword, um aplicativo da nova classe de softwares conhecida como "rich Internet applications" (RIA), foi desenvolvido por uma equipe de 11 pessoas, em Walton, Massachussetts. A equipe ajudou a criar nos anos de 1980 o Manuscript, o segundo aplicativo da Lotus, criado depois do inovador programa de planilhas eletrônicas Lotus 1-2-3.

"Estávamos procurando uma tecnologia que criasse um processador de texto moderno", disse Erik Larson, diretor de marketing e administração de produtos da Adobe. "O problema da colaboração em documentos ainda não foi resolvido e acreditamos que podemos solucioná-lo."

Melissa Webster, analista do grupo de pesquisa de mercado IDC, disse que a reação inicial de muitas pessoas à entrada da Adobe, conhecida por suas ferramentas de design, no mercado de processamento de texto havia sido: "O quê? A Adobe?"

"O setor conhece a Adobe por suas ferramentas criativas. Não pensamos nela como uma empresa do ramo de fornecedores de software para companhias, tentando competir com o Microsoft Office", afirmou ela.

O Buzzword rompe de forma clara com os sistemas de editoração centrados no documento, ao permitir que os usuários colaborem em trabalhos comuns e que indivíduos salvem dados ou mudanças de formato online.

O programa oferece tipografia de alta qualidade, capacidades gráficas avançadas e controles de layout de página que faltam aos demais processadores disponíveis online atualmente.

Executivos da Adobe dizem que o Buzzword poderá aumentar expectativas dos consumidores sobre o que é possível fazer em editores de texto, uma categoria de software que mudou pouco em 20 anos.

O Word, um dos principais componentes do pacote Office, da Microsoft, domina há tempos o mercado de editores de texto. Cheio de recursos, o Word é direcionado a usuários de desktops, mas a Microsoft está considerando produzir um processador de texto online.

No ano passado, o Google lançou o Google Docs, um processador de texto online que permite que as pessoas escrevam e editem documentos compartilhados. Mas até agora o produto se foca principalmente em tarefas básicas para pequenos grupos de usuários.

A ThinkFree, unidade da sul-coreana Haansoft, oferece um editor de textos parte de um pacote de ferramentas que funciona online e offline. A Zimbra, que o Yahoo recentemente adquiriu, também compete no setor. Além disso, a IBM recentemente lançou um processador de textos como parte do pacote de produtividade Lotus Symphony

"O Buzzword se parece o mesmo seja trabalhando dentro de um browser de Internet ou como uma aplicação de desktop", disse Webster, da IDC, sobre a capacidade do programa funcionar online e offline.

"O Google não resolve esse problema. A Microsoft não resolve esse problema e a IBM também não."

Representantes da Adobe não informaram como a companhia planeja distribuir o Buzzword, mas informaram que ele será eventualmente vinculado a seu software de administração de documentos largamente usado por empresas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below