Sony Entertainment e Google iniciam projetos audiovisuais online

terça-feira, 1 de julho de 2008 14:27 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Um grande estúdio de Hollywood e o mecanismo de buscas online Google anunciaram na segunda-feira medidas para disponibilizar conteúdo como filmes e programas de TV na Internet, destacando a forma como ambos enxergam a Web como um meio crucial para se chegar aos clientes.

A Sony Pictures Entertainment, unidade da Sony Corp, disse que planeja disponibilizar o filme de ação "Hancock", com Will Smith, na Internet para donos da TV Sony Bravia, que se conecta à rede, antes do filme sair em DVD.

Assim, o estúdio está mudando, ainda que ligeiramente, a cadeia tradicional de distribuição de filmes. Depois se estrearem nos cinemas, os filmes geralmente chegam aos serviços de pay-per-view, depois aos DVD, downloads de Internet e streams, e finalmente à TV aberta.

Em outra grande iniciativa, o Google assinou um acordo com Seth MacFarlane, 34, criador da série animada da Fox "Family Guy", para produzir pequenos desenhos animados para a Web, afirmou Daniel Rubin, porta-voz do Google.

Os desenhos serão apresentados juntos com propagandas direcionadas para sites, e estará disponível também no YouTube.com, segundo Rubin.

MacFarlane é um dos talentos mais bem pagos da TV depois de assinar, este ano, o que afirma-se valer mais de 100 milhões de dólares, com a 20th Century Fox TV, unidade da News Corp . Enquanto a Internet possui muitos participantes produzindo conteúdo exclusivamente para a rede, há poucos criadores com o orçamento e a produção aos quais MscFarlane está acostumado.

Grandes empresas de entretenimento têm tentado cada vez mais crescer na rede nos últimos anos. Em 2005, a News Corp comprou o site de relacionamento MySpace.com por 580 milhões de dólares.

No ano passado, a NBC Universal, operada pela General Electric m se uniu à News Corp para fundar o Hulu.com, um site que conta com propaganda para levar gratuitamente os usuários seus programas de TV preferidos.