No 1o dia, 864 pessoas pedem recurso da portabilidade

segunda-feira, 1 de setembro de 2008 20:43 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - No primeiro dia da implantação do recurso da portabilidade numérica, apenas em oito códigos de numeração do país, 864 pessoas decidiram trocar de operadora, diante da possibilidade de agora manterem o número antigo da linha.

Segundo balanço do primeiro dia divulgado nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o maior número de pedidos veio de assinantes de celular, apesar de muitos analistas terem previsto que nesse serviço, onde a competição é grande e 80 por cento dos clientes são pré-pagos, o recurso não despertaria interesse.

Dos 864 assinantes que pediram para mudar de operadora nesta segunda-feira, 692 eram de celular e 172 de telefonia fixa, segundo dados apurados pela Anatel até as 17h30.

A região de maior concentração de pedidos foi Goiânia, do código DDD 62, onde 203 clientes de celular e 94 de telefone fixo pediram para mudar.

A concessionária de telefonia fixa do Estado é a Brasil Telecom, mas na telefonia móvel atuam pelo menos três empresas (TIM, Vivo e Claro, além da própria BrT).

A segunda região com mais pedidos foi Campo Grande, código 67, onde a BrT também é a concessionária de telefonia fixa. Foram 107 pedidos de troca na telefonia móvel e 33 na telefonia fixa naquela cidade.

(Por Taís Fuoco)