Robô japonês supera chuva e granizo para escalar o Gran Canyon

segunda-feira, 2 de junho de 2008 10:31 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Nem a chuva, o granizo e a neve puderam impedir um robô japonês de escalar o Grand Canyon. Do tamanho de uma mão, o "Evolta" superou uma encosta de 530 metros em apenas sete horas.

Alimentado por duas pilhas AA em suas costas, o robozinho azul subiu uma fina corda com as mãos e os pés por quatro dias no mês passado, em meio a fortes ventos e chuvas, mas chegando ao topo em sua sexta tentativa.

O robô de 134 gramas é parte de uma campanha de pilhas da Matsushita Electric Industrial, fabricante dos produtos Panasonic.

"Estava um frio congelante, e o clima era horrível com a chuva e neve caindo em nós", afirmou Toshiya Inoue, do grupo de comunicações da Matsushita, à Reuters na segunda-feira.

"O robô não é a prova d'água, assim a bateria quebrou em um determinado ponto", afirmou.

O vídeo mostrou "Evolta" descendo a corda, mas logo retomando sua trajetória ao topo. A última façanha levou seis horas e 46 minutos.

"Falhamos em muitas tentativas, mas todos me encorajaram a nunca desistir", afirmou Tomotaka Takahashi, projetista do robô, após a escalada.

O site da empresa exibia uma foto do triunfante robô no fim da empreitada, com os dois braços levantados e carregando uma bandeira azul com seu nome escrito.

(Reportagem de Chika Osaka)

 
<p>O rob&ocirc; Evolta da Panasonic &eacute; fotografado em imagem divulgada dia 2 de junho. Nem a chuva, o granizo e a neve puderam impedir um rob&ocirc; japon&ecirc;s de escalar o Grand Canyon. Do tamanho de uma m&atilde;o, o 'Evolta' superou uma encosta de 530 metros em apenas sete horas. Photo by Reuters (Handout)</p>