Astrônomos descobrem 10 planetas fora do sistema solar

quarta-feira, 2 de abril de 2008 21:01 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Um grupo de astrônomos anunciou na quarta-feira ter descoberto 10 planetas fora do sistema solar, usando para isso câmeras robóticas, enquanto outra equipe afirmou ter encontrado o planeta mais jovem de todos os conhecidos.

As descobertas ampliam uma crescente lista de 270 planetas extrasolares, disseram eles, num encontro de astrônomos em Belfast, na Irlanda do Norte.

A equipe do robô é chamada de "SuperWASP" (a sigla em inglês de pesquisa por planetas em uma ampla área) e as câmeras buscam os astros transitando, ou passando diante de suas estrelas. A luz do sol enfraquece só um pouco quando isso acontece e os astrônomos podem fazer uma estimativa do tamanho e localização do planeta.

Na maioria, os planetas ao redor de outras estrelas foram encontrados por um método diferente: a medição dos pequenos puxões de um planeta no campo gravitacional do sol.

Don Pollaco, da Queen's University, em Belfast, e alguns colegas usaram um conjunto de câmeras nas Ilhas Canárias (Espanha), África do Sul, Chile, França, Austrália e nos Estados norte-americanos do Havaí e Arizona para descobrir os 10 planetas extrasolares.

Os planetas variam, em massa, da metade à mais de oito vezes o tamanho de Júpiter -- o maior planeta do nosso sistema solar. Um deles conclui uma vez por dia uma órbita ao redor de seu sol e fica tão perto dele que sua temperatura diária pode alcançar 2.300 graus centígrados.

A outra equipe -- de Jane Greaves, da University of St. Andrews, na Escócia, e alguns colegas -- informou ter localizado um planeta-bebê enquanto usava rádio astronomia para examinar um disco de gás e partículas de rocha ao redor da estrela HL Tau. Também se acredita que essa estrela seja jovem -- 100.000 anos enquanto o Sol tem 4,6 bilhões de anos.

Anita Richards do observatório Jodrell Bank, na Grã-Bretanha, afirmou que a descoberta "mostra uma visão única de como os planetas se formam".

"O novo objeto, designado HL Tau b, é o mais jovem objeto planetário visto até hoje", acrescentou ela.

(Reportagem de Maggie Fox)