IBM hospedará áreas privadas do Second Life

quarta-feira, 2 de abril de 2008 21:06 BRT
 

Por Adam Pasick

NOVA YORK (Reuters) - A IBM disse nesta quarta-feira que será a primeira empresa a hospedar em seus servidores uma região privada do mundo virtual Second Life.

O projeto está em teste e será lançado em algumas semanas. Ele marca o novo foco da matriz do Second Life, Linden Lab, oferecendo softwares e serviços para empresas que querem usar o mundo virtual para reuniões e teleconferências.

Os funcionários da IBM poderão se mover livremente entre áreas públicas do Second Life e áreas privadas que são hospedadas atrás do firewall corporativo da IBM.

Isso irá permitir que a empresa possa discutir e divulgar informações prioritárias sem ter que passar os dados pelos servidores da Linden Lab.

A IBM tem sido uma das empresas mais engajadas com o Second Life, um mundo virtual popular com centenas de milhares de usuários que possui seu próprio sistema monetário e economia.

Mais de 6 mil empregados da IBM criaram personagens do Second Life chamados de avatar, e a empresa assinou um acordo com a Linden Lab no ano passado para explorar a compatibilidade entre os diferentes mundos virtuais.

O projeto é estruturado como um acordo de desenvolvimento conjunto, e não haverá troca de dinheiro entre as partes, afirmou o vice-presidente de conversão digital da IBM, Colin Parris, em entrevista por telefone.

"Nós vemos uma necessidade para uma solução pronta que oferece a mesma capacidade de criação de conteúdo mas dá novos níveis de segurança e avanços", disse ele. O Second Life tendo sido cada vez mais usado por corporações e outras organizações ao invés de teleconferência e reuniões, mas a adoção tem sido contida por preocupações com a estabilidade e segurança da plataforma.