Vendas mundiais de chips crescem 2,3% em novembro

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 11:06 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - As vendas mundiais de semicondutores subiram em 2,3 por cento, para 23,1 bilhões de dólares, em novembro, em meio a vendas sólidas de bens eletrônicos de consumo. Porém, para que o setor cumpra suas estimativas para 2007 a temporada de vendas de fim de ano precisará ter sido forte, segundo a Semiconductor Industry Association (SIA).

George Scalise, presidente da SIA, disse que bens de consumo que incorporam chips, como televisores estreitos e players digitais de mídia, venderam bem na temporada de festas, ainda que as pressões de preço no segmento de memória continuem a afetar o setor de maneira adversa.

"Embora as vendas totais de semicondutores continuem a caminho de ultrapassar o recorde de 2006, serão necessárias fortes vendas, em dezembro, para que o setor cumpra nossa projeção de um crescimento de 3,8 por cento em 2007", afirmou Scalise em comunicado.

As vendas totais de semicondutores subiram em 0,7 por cento no mês, ante os 22,9 bilhões de dólares de outubro, e avançaram 2,8 por cento no ano até novembro, atingindo a marca dos 231 bilhões de dólares.

O volume de vendas de celulares deve ter registrado crescimento de mais de 20 por cento em 2007, o quinto ano consecutivo de expansão elevada, enquanto as vendas unitárias de computadores pessoais crescerão em mais de 10 por cento, afirmou Scalise.