Lenovo entra no mercado de PCs para consumidor nos EUA

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008 09:13 BRST
 

Por Philipp Gollner

SAN FRANCISCO (Reuters) - A chinesa Lenovo apresentou seu primeiro computador voltado aos consumidores nos Estados Unidos na quarta-feira, expandindo sua atuação na região, onde entrou pela primeira vez em 2005 com a aquisição da divisão de computadores pessoais da IBM.

A introdução de três novos modelos de notebook com atributos avançados é parte de uma expansão mais ampla da Lenovo no mercado global de PCs para consumidores. A empresa planeja também vender os novos computadores na França, Rússia, África do Sul, Índia, Austrália, Cingapura e Malásia, entre outros mercados.

A companhia já atua na China, Índia e Cingapura, mas espera que os novos produtos ajudem a aumentar sua fatia de mercado e reconhecimento da marca. Nos Estados Unidos, as vendas têm sido limitadas ao setor corporativo.

A Lenovo está introduzindo sua nova linha em meio à disputa com a taiwanesa Acer, que vende computadores aos consumidores através de sua rede de varejo Best Buy e outras lojas nos Estados Unidos, bem como na Europa e Ásia. A Acer comprou a norte-americana Gateway em outubro, como parte de sua estratégia para tirar a Lenovo do posto de terceira maior fabricante mundial de PCs.

Entre os novos atributos dos computadores da Lenovo estão um programa de reconhecimento facial e tecnologia multimídia.

A Lenovo, cuja receita no terceiro trimestre foi de 4,43 bilhões de dólares, planeja iniciar a venda de um dos novos modelos de computadores nos Estados Unidos esta semana a partir de 799 dólares, e um segundo modelo no final de janeiro a 1.199 dólares. O terceiro modelo, sem preço revelado, deve chegar ao mercado em abril.

O notebook é o setor que mais cresce no mercado de computadores nos Estados Unidos, com um aumento estimado de 21 por cento em 2007, segundo a empresa de pesquisa IDC.

A Lenovo, maior fabricante de PC da China, está entre as várias empresas que apresentarão laptops pra consumidores norte-americanos na Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas, maior feira da indústria nos Estados Unidos, que deve começar semana que vem.

A Acer e a Asustek Computer também possuem modelos projetados para o mercado norte-americano que irão mostrar no evento. As três empresas asiáticas estão tentando tornar suas marcas reconhecidas internacionalmente e competir com a Hewlett-Packard, Dell e Apple, fabricantes dominantes nos Estados Unidos.