Videogame "Boogie SuperStar" quer conquistar as meninas

quinta-feira, 3 de julho de 2008 13:28 BRT
 

Por Jennifer Martinez

LOS ANGELES (Reuters) - Se "American Idol" e um conto de fadas moderno fossem combinados para criar um videogame, o resultado seria "Boogie SuperStar" --o mais recente jogo com tema pop da Electronic Art para o sistema Nintendo Wii.

Mas, em lugar de encontrar um príncipe encantado, o objetivo do jogo é derrotar jogadoras rivais no canto e na dança, para conquistar o grande título de Boogie SuperStar. As jogadoras são "descobertas" e levadas em uma limusine alongada para uma ilha onde aperfeiçoam seus talentos para o concurso.

A Electronic Art criou o jogo especificamente para as meninas adolescentes e pré-adolescentes, um grupo demográfico que as produtoras de videogames costumam ignorar.

Nos Estados Unidos, 38 por cento dos jogadores de videogames são mulheres, de acordo com a Entertainment Software Association.

"Sabíamos que essa era uma excelente audiência a atingir, levando a elas o que as meninas gostam --moda, música, dança-- e criando um videogame que permitisse que essas meninas se expressassem", disse John Buchanan, diretor de marketing da divisão de entretenimento da EA.

As meninas --e meninos também-- podem escolher seu personagem e personalizar nome, estilo de penteado e guarda-roupa de palco. Elas selecionam a música de uma lista de sucessos, entre os quais canções de Britney Spears, Leona Lewis e Kanye West.

Ao contrário de outros jogos populares que usam a música como tema, por exemplo "Guitar Hero" e "Rock Band", as jogadoras do novo título determinam de que maneira seu personagem (ou avatar) se move na tela.

O jogo inclui um microfone que mede as flutuações vocais das jogadoras e o controlador do Wii, dotado de sensores de movimento, registra seus passos de dança.

A EA diz que o jogo promove "a expressão, a criatividade e a força das meninas de todo o mundo", mas algumas adeptas de videogames dizem que é só mais um jogo dirigido a meninas que toma por base estereótipos nada lisonjeiros.