Microsoft considera razoável sua oferta pelo Yahoo

segunda-feira, 3 de março de 2008 12:33 BRT
 

HANOVER, Alemanha (Reuters) - A Microsoft considera que sua oferta de compra pelo Yahoo, atualmente avaliada em 42 bilhões de dólares, ainda é razoável apesar de ter sido rejeitada pelo Yahoo, afirmou o presidente-executivo da Microsoft.

"Ainda cremos que o acordo faz sentido com o preço e estrutura que anunciamos e esperamos que com o tempo ele se torne uma realidade. Estamos trabalhando neste sentido", afirmou Steve Ballmer em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira.

"Várias conversas têm ocorrido e um leque de alternativas vem sendo levado em consideração. Creio que é melhor para mim não entrar em detalhes", acrescentou Ballmer no evento em Hanover, na Alemanha, na noite da CeBIT, maior feira tecnológica da Europa.

Ballmer se recusou a dizer se ele havia autorizado ou iria autorizar uma batalha jurídica para convencer os acionistas do Yahoo a concordarem com o acordo, nomeando uma lista de diretores para tomar controle do conselho do Yahoo.

"Acreditamos que há muito mérito no acordo para a Microsoft, para o Yahoo, para seus acionistas... clientes e anunciantes", acrescentou. "Estamos tentando ter níveis apropriados de compromisso com essas três partes envolvidas."

A Microsoft se ofereceu para comprar o Yahoo por 31 dólares por ação e dinheiro e ações, uma medida que aumentaria sua competitividade contra o gigante de buscas Google .

Os acionistas do Yahoo afirmam que a oferta está abaixo do valor da empresa.

(Reportagem de Georgina Prodhan)