Vendas de DVDs nos EUA caem 4,5% em 2007

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008 10:10 BRST
 

Por Sue Zeidler

LOS ANGELES (Reuters) - As vendas de DVDs nos Estados Unidos caíram 4,5 por cento em 2007, marcando a primeira grande queda numa comparação anual para a categoria desde o surgimento deste formato de disco em 1997, segundo dados preliminares divulgados na quinta-feira.

Após passar por uma época de estabilidade em 2005 e 2006, a venda de filmes e programas de TV em DVD caiu de 1,144 bilhão de unidades em 2006 para 1,092 bilhão de unidades em 2007, afirmou Tom Adams, presidente da Adams Media Research, uma empresa californiana sobre dados do mundo do entretenimento. Os números incluem as vendas dos DVD da próxima geração.

As vendas unitárias caíram 0,3 por cento em 2005 ante 2004 e subiram 0,2 por cento em 2006 ante 2005, afirmou Adams.

De acordo com os cáculos da Adams Media, o gasto do consumidor com DVDs caiu 4,8 por cento, para 15,7 bilhões de dólares em 2007, contra 16,5 bilhões de dólares em 2006.

Adams observa que enquanto as vendas unitárias ficaram estáveis em 2005, o gasto também caiu cerca de 1,5 por cento naquele ano.

"No ano, as vendas de programas de TV em DVD caíram pela primeria vez", acrescentou.

O formato de DVD registrou crescimento de vendas na casa dos dois dígitos desde que surgiu até atingir o ápice de 16,6 bilhões de dólares em vendas em 2004.

Adams acredita que uma combinação de fatores contribuiu para queda, incluindo a diminuição do apetite do consumidor por aumentar ainda mais sua coleção de DVDs.

Adams crê ainda que a indústria deve enfrentar desaquecimento em 2008 e 2009 conforme a nova geração de DVDs se desenvolve. "A alta-definição é o raio de esperança da indústria", concluiu Adam.