Intel responderá acusações antitruste da União Européia na 2a

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008 15:53 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - A fabricante norte-americana de processadores Intel conseguiu obter uma extensão de prazo para responder às acusações antitruste levadas a cabo pela Comissão Européia, afirmou um porta-voz da Intel nesta sexta-feira.

A empresa irá encaminhar a reposta na segunda-feira 7 de janeiro em vez desta sexta-feira, disse o porta-voz à Reuters.

Em julho de 2007 a Comissão acusou a Intel de reduzir os preços abaixo do custo e oferecer grandes descontos numa tentativa de tirar sua concorrente menor, a Advanced Micro Devices, do mercado.

A Intel se defende afirmando que estava dentro da lei.

Originalmente a Intel tinha até o dia 8 de outubro para responder às acusações mas conseguiu esticar o prazo até 4 de janeiro, para logo em seguida obter uma nova prorrogação nesta sexta-feira.

A Comissão é o órgão antitruste da União Européia e tem poderes de multar as empresas em até 10 por cento o valor de sua receita anual por práticas abusivas de competição.

(Reportagem de David Lawsky)