Sites ligados à Al Qaeda chegam a 5.600, diz pesquisador

terça-feira, 4 de dezembro de 2007 17:04 BRST
 

Por Ibtihal Hassan

RIAD (Reuters) - Existem cerca de 5.600 sites difundindo a ideologia da Al Qaeda no mundo, e 900 mais aparecem a cada ano, afirmou nesta terça-feira um pesquisador saudita durante conferência sobre segurança nacional.

A Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, identificou a Internet como um importante campo de batalha de militantes que lançaram uma campanha para derrubar, em 2003, a família real, grande aliada dos Estados Unidos.

"A pesquisa mostra que há mais de 5.600 sites na Internet promovendo a ideologia da Al Qaeda", disse Khaled al-Faram à conferência de Segurança Nacional e Tecnologia da Informação realizada em Riad, capital do país.

"Há cerca de 900 sites de notícias aparecendo todo ano, e, apesar do recuo de algumas manifestações de mídia da Al Qaeda, sites extremistas aparecem constantemente".

Segundo ele, é difícil rastrear a maioria dos domínios e sites "pesados" da Al Qaeda frequentemente trocam de endereços virtuais para evitar detecção.

"A batalha real com a Al Qaeda não é mais no solo, mas sim uma batalha midiática, e é uma ameaça real à segurança nacional", relatou Faram à Reuters.

"Para a Al Qaeda, a cobertura da mídia é mais importante do que as operações reais", complementou o pesquisador.

(Reportagem adicional de Andrew Hammond)