Pressionada para fazer aquisições, D.Telekom visa Sprint--fontes

segunda-feira, 5 de maio de 2008 14:54 BRT
 

Por Nicola Leske e Nikola Rotscheroth

LUXEMBURGO/DUESSELDORF (Reuters) - O maior acionista da Deutsche Telekom AG, o governo alemão, está pressionando a empresa para realizar grandes aquisições na esperança de elevar o preço da ação, afirmou uma fonte próxima às questões do governo.

"Berlim está claramente numa trajetória de expansão e está pressionando a Deutsche Telekom", disse a fonte à Reuters nesta segunda-feira, com as especulações de que a companhia alemã possa fazer uma oferta pela operadora de telecomunicações norte-americana Sprint Nextel .

Uma fonte próxima à empresa afirmou que a Deutsche Telekom tem visado a Sprint Nextel desde que a empresa norte-americana anunciou grandes encargos em fevereiro. A fonte afirmou que nenhuma decisão foi tomada sobre a realização de uma oferta.

O governo de Berlim possui cerca de 30 por cento de participação na empresa, tem um representante em seu conselho supervisor e grande voz nas decisões da empresa.

Quando perguntado sobre a Sprint Nextel, um porta-voz do ministro das finanças afirmou: "Não sabemos nada a respeito. Não estou nem confirmando nem negando nada".

A Deutsche Telekom preferiu não comentar qualquer interesse potencial na Sprint Nextel. A Sprint também preferiu não comentar o assunto.

Em setembro, a Deutsche Telekom comprou a SunCom Wireless por 1,6 bilhão de dólares em dinheiro e a companhia norte-americana de telecomunicações sem fio VoiceStream em 2000 por 35 bilhões de dólares.

(Reportagem adicional de Tiffany Wu e Ritsuko Ando)