6 de Agosto de 2008 / às 13:10 / em 9 anos

Venda de câmeras digitais no país cresce 30% no 1o semestre

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar desvalorizado e a oferta de crédito têm garantido que as vendas de câmeras fotográficas digitais no Brasil mantenham taxas de 30 por cento de crescimento.

Este foi o índice verificado no primeiro semestre deste ano, segundo dados levantados pela GfK Marketing Services, que avalia o mercado formal de câmeras, em uma pesquisa encomendada pela Photoimagebrazil2008 (Feira Internacional da Imagem).

Segundo a pesquisa, divulgada nesta terça-feira, o Brasil comercializou 1,36 milhão de câmeras digitais nos seis primeiros meses do ano, volume 30 por cento maior que em igual período de 2007.

A estimativa do instituto é de que, em todo o ano, o crescimento seja de 33 por cento, gerando a comercialização de 2,4 milhões de câmeras e mantendo o índice de elevação de 2007.

“Ainda que a taxa básica de juros tenha sofrido alteração, não acreditamos que isto afetará o resultado do ano. A indústria tende a terminar 2008 com uma alta semelhante a do ano passado, impulsionada pelas vendas do final do ano”, avaliou Bernardo Tinoco, gerente de Negócios do GfK Marketing Services, em comunicado.

O volume de vendas no Brasil faz com que a América Latina apresente as maiores taxas mundiais de crescimento por região, segundo levantamento da consultoria IDC.

Enquanto a previsão é de que as vendas na América Latina cresçam 19,4 por cento este ano, na Ásia o crescimento esperado é de 12 por cento, na Europa Ocidental é de 3,8 por cento e no Japão isoladamente, de 1,9 por cento. Nos Estados Unidos, a estimativa é de um decréscimo de 0,3 por cento nas vendas.

QUEDA DE PREÇOS

O estudo da GfK mostra que, entre junho de 2007 e 2008, o preço médio das câmeras digitais no Brasil caiu quase 20 por cento. Os modelos de 8 a 8,9 megapixels foram os que sofreram a maior queda, de 52 por cento.

Por isso, essa faixa de modelos, que representava menos de 2 por cento do total em junho de 2007, passou a ser 19 por cento em junho deste ano.

As câmeras de mais de 10 megapixels tiveram reduções de 40 por cento nos preços do varejo, enquanto os produtos com resolução de 7 a 7,9 megapixels, os mais vendidos no mercado brasileiro atualmente, caíram 35 por cento.

O estudo ainda apurou que, em relação ao volume de vendas, os equipamentos com valor entre 500 a 599 reais ficaram com o primeiro lugar no primeiro semestre de 2008 --representando 27,1 por cento do total das vendas--, ante o custo médio de 700 a 799 reais no ano passado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below