Dell planeja vender fábricas de computadores, diz jornal

sexta-feira, 5 de setembro de 2008 09:55 BRT
 

BANGALORE, Índia (Reuters) - A Dell está tentando vender fábricas de computadores ao redor do mundo, num esforço para reduzir custos e melhorar a lucratividade, afirmou o Wall Street Journal.

Nos últimos meses a Dell tem se aproximado de fabricantes de computadores em regime de terceirização para oferecer a venda de unidades, informa o jornal, citando fontes próximas ao assunto.

Uma pessoa que acompanha o plano disse ao jornal que espera que a Dell venda a maior parte, possivelmente a totalidade, de suas fábricas "dentro dos próximos 18 meses".

O prováveis compradores das unidades da Dell serão grandes fabricantes sob regime de terceirização, a maioria com base na Ásia, apontou o periódico.

As fábricas da Dell eram originalmente voltadas para o mercado de PCs direcionado a clientes corporativos que fazem pedidos de grandes volumes de computadores.

Mas nos últimos três anos o crescimento migrou para os laptops vendidos para consumidores em lojas de varejo. A Dell tem ficado atrás dos concorrentes em montar sistemas para fabricação de computadores portáteis.

A empresa pode enfrentar diversos obstáculos para vender suas unidades produtivas. As fabricantes por contrato podem hesitar em comprar plantas localizadas em áreas de custos trabalhistas maiores, como nos Estados Unidos, afirmou uma pessoa com conhecimento das negociações ao jornal.

E algumas fábricas estão vinculadas a obrigações com governos locais. A fábrica da Dell na Carolina do Norte, por exemplo, recebeu vários milhões de dólares em incentivos fiscais que são ligados ao atendimento pela unidade de certos níveis de emprego e metas de investimento local atém 2015.

Apesar das fábricas da Dell ainda serem consideradas eficientes na produção de desktops, dentro da indústria, plantas próprias não são consideradas a maneira menos cara de se produzir notebooks.   Continuação...