Samsung avalia compra SanDisk

sexta-feira, 5 de setembro de 2008 11:11 BRT
 

Por Marie-France Han e Nathan Layne

SEUL/TÓQUIO (Reuters) - A Samsung Electronics, maior produtora mundial de chips de memória, anunciou que pode comprar a fabricante de memória flash SanDisk, avaliada em 3,2 bilhões de dólares, em uma transação que reorganizaria o setor.

"Estamos considerando diversas oportunidades com relação à SanDisk, mas nada foi decidido até agora", disse James Chung, porta-voz da Samsung, à Reuters, em resposta a reportagens de que o grupo sul-coreano estaria interessado na fabricante norte-americana de memória flash, usada amplamente em dispositivos de armazenagem de dados e aparelhos digitais.

Em documentos encaminhados a autoridades regulatórias, no mesmo dia, a Samsung informou que adquirir a SanDisk era uma opção.

Os analistas consideram que uma aquisição possa alterar o balanço do poder no setor de memória flash.

"Uma aquisição da SanDisk pela Samsung causaria sérios problemas à Toshiba", disse Yoshihisa Toyosaki, diretor da J-Star, uma empresa de pesquisa sobre tecnologia da informação.

As ações da Samsung fecharam em alta de 1,2 por cento, depois de terem registrado avanço de até três por cento, superando o índice do mercado de Seul, que caiu em 1,6 por cento.

As ações da japonesa Toshiba, que perde para a Samsung no mercado de memória flash mas planeja dobrar sua capacidade de produção de chips em uma parceria com a SanDisk, caíram em 4,6 por cento, à sua menor cotação desde novembro de 2005.

Em breve comunicado, a SanDisk anunciou que "conversa periodicamente com diversas partes, entre as quais a Samsung, com relação a diversas oportunidades de negócio", mas não acrescentou outros comentários.

As ações da SanDisk vem sofrendo pesada queda desde maio, quando atingiram pico de 33 dólares. Elas fecharam cotadas a 13,46 dólares na quinta-feira, o que atribui à empresa valor de 3,2 bilhões de dólares.

O serviço de notícias online eDaily informou na sexta-feira que a Samsung estava interessada em adquirir a SanDisk, cujas ações vêm sofrendo devido à forte desaceleração no mercado de memória. O site informou que a Samsung havia contratado o JPMorgan para assessorá-la.