TomTom e Google formam parceria em navegação e busca

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007 11:38 BRST
 

AMSTERDÃ (Reuters) - A TomTom, produtora holandesa de sistemas de navegação por satélite, anunciou na quarta-feira uma parceria com o líder nos serviços de busca na Internet, Google, para facilitar aos usuários de seus aparelhos localização e manejo de endereços comerciais.

A TomTom, que produz sistemas de navegação para veículos e software de mapeamento para computadores de mão, anunciou em comunicado que seus usuários poderiam procurar endereços de empresas no Google Maps e transferi-los aos seus aparelhos TomTom.

"Essa cooperação representa um importante passo para a TomTom no atendimento das crescentes demandas de nossos usuários por conteúdo personalizado em seus aparelhos", disse Eric Pite, vice-presidente de administração de produtos da TomTom.

As ações da empresa, que despencaram na terça-feira depois do anúncio de uma emissão de ações para ajudar a bancar a aquisição da produtora de mapas digitais Tele Atlas, subiam 3,37 por cento, para 60,99 euros, às 11h34 (horário de Brasília), ante uma alta de 1,37 por cento para o índice de tecnologia DJ Stoxx .

A TomTom divulgou que seus usuários poderão transferir informações para seus aparelhos com um clique de mouse, quando eles estiverem conectados à Internet, e que a localização seria exibida imediatamente em seus dispositivos de navegação.

A empresa informou que continuará avaliando parcerias com terceiros a fim de expandir as opções de personalização que oferece.

A pareceria poderia, por exemplo, permitir que os usuários de sistemas TomTom planejem viagem a uma cidade com buscas por hotéis, restaurantes ou museus realizadas no Google Maps.

Os aparelhos da TomTom já carregam na memória locais definidos como "pontos de interesse" -tais como restaurantes, postos de gasolina e estacionamentos-, mas se um usuário não adquire atualizações regulares para os mapas, esses dados podem se tornar desatualizados.

Especialistas do setor argumentam que os consumidores em geral não planejam viagens sentados em seus carros diante do aparelho de navegação, e que é muito mais provável que o façam em casa, em seus computadores, nos quais têm acesso pleno à Internet.   Continuação...